História

2000

6 Espetáculos 6 Espaços   É provável que, naquele momento, na Lancheria do Parque, nenhum deles imaginava que aquela ideia  evoluiria para um festival de artes e alcançaria os 20 anos. Naquela primeira edição, juntaram-se a João França, Rogério Beretta e Zé Victor Castiel, com suas peças, alguns colegas que continuam integrando as edições do Porto Verão Alegre até hoje. Oscar Simch dirigia A Comédia dos Amantes. Lauro Ramalho estavam com Escolas de Sereiras. Renato Campão em Eu sei o que Vocês Dublaram no Verão Passado. Débora Finnochiaro encenava Pois é…Vizinha. Essa é a única peça que está em cartaz ininterruptamente em todos os Porto Verões. Nesta primeira edição, foram utilizadas seis salas de espetáculo da capital, e os ingressos foram vendidos antecipadamente em três pontos. Um deles era a própria Lancheria do Parque. A estimativa é que 12 mil pessoas tenham assistido aos espetáculos.

Read more

2001

22 Espetáculos 12 Espaços   A segunda edição praticamente triplicou de tamanho. O dobro de salas de teatro também tiveram que ser usadas. Somaram-se outros parceiros, cujos trabalhos também acompanharam o festival ao longo dos anos. Duas dessas peças permaneceram sendo encenadas nas edições mais recentes. São elas: Se Meu Ponto G Falasse e Bailei na Curva, do Complexo Criativo Cômica Cultura

Read more

2002

52 espetáculos 358 apresentações em 45 Dias 12 espaços   No seu terceiro ano, o Porto Verão Alegre deu mostras da grandiosidade a que se propunha. As atrações dobraram da edição anterior e a programação ficou mais parecida com a que caracteriza o festival hoje, em relação à quantidade de peças participantes, teatros, duração e audiência. Como ficará evidente, a maior parte das peças são apresentadas pela primeira vez no evento. Entre elas, a história espírita, Caminhos que Cruzei, Amigos que Encontrei, que faz parte da programação até as edições atuais. Um dos destaques é o ingresso do Teatro da AMRIGS entre os espaços utilizados pelo festival. Naquele ano, Rogério Beretta, Flávio Bicca e Zé Victor Castiel, organizadores do evento, fizeram uma proposta à Associação Média do RS para transformar o seu auditório em uma casa que abrigasse espetáculos de teatro. Fechado o acordo, passaram a fazer a programação cultural do local. Assim se deu o ingresso do Teatro da AMRIGS no Porto Verão Alegre.  Dois anos depois, com seu trabalho concluído, Beretta e Zé devolveram a administração do teatro à Associação Média do RS, com o Teatro da AMRGIS sendo o teatro de…

Read more

2003

52 espetáculos 337 apresentações em 39 Dias 12 espaços   O 4o Porto Verão Alegre manteve em seu repertório pouco menos da metade das peças do ano anterior, e inseriu novas atrações. Além delas, inovou com os chamados Pockets, apresentados no Basttidores Bar. Foram dez atrações diversas. Nesta edição, foi a vez do Manual Prático Da Mulher Moderna ser apresentada primeira vez no festival. A peça continua até hoje na programação.

Read more

2004

61 espetáculos 348 apresentações em 43 Dias 14 espaços   No quinto ano do festival, os Homens de Perto estrearam. Outra novidade foi o grupo musical Expresso 25, que participou de diversas outras edições, incluindo as mais recentes. Os Pockets também continuaram, com a parceria do Basttidores Bar. Outros locais também receberam atividades, além das salas de teatro, como o Centro Cultural 25 de Julho e salão de debates do Café do Porto.      

Read more

2005

65 espetáculos 316 apresentações em 51 Dias 16 espaços   Esta edição manteve o número alto de peças, assim como a programação pocket. Uma das estreias foi A Doce Bárbara, com interpretação de Antônio Carlos Falcão. O show musical do intérprete de Maria Bethânia seguiu fazendo sucesso nas edições posteriores. A iniciativa do artista completou 30 anos em 2016. Assim como nos anos anteriores, mais espaços se juntaram às salas de teatro, como o Studio Stravaganza, o Ocidente Bar e do TEPA.    

Read more

2006

62 espetáculos 316 apresentações em 51 Dias 13 espaços   Neste ano, estreou o Goela Abaixo ou Por que tu não bebes?, com Margarida Peixoto e Marcelo Adams, que permanece nas edições mais recentes do festival. Esta edição marca o início de uma característica que faria parte das demais edições: os adendos à programação teatral. Neste ano, houve uma Mostra de Dança, com nove atrações no Teatro Dante Barone, e quatro atrações musicais, no Abey Road. Entre elas estavam Alemão Ronaldo e Totonho Villeroy. O Cine Theatro Ypiranga e Hospital Psiquiátrico São Pedro também sediaram o evento.   Mostra de Dança

Read more

2007

100 espetáculos 316 apresentações em 51 Dias 23 espaços   Esta edição teve a maior programação. O número de peças se manteve mais ou menos o mesmo dos anos anteriores. Nela, começa a parceria com Jair Kobe, que viria a ser responsável por um dos espetáculos mais assistidos nos próximos anos, o Guri de Uruguaiana, juntamente com Os Homens de Perto. Também aumentam o número de peças infantis. Responsável pelo incremento na quantidade de atrações está uma programação cultural diversificada. O teatro deixa de ser exclusivo para dar espaço a todas as manifestações culturais que Porto Alegre fosse capaz de gerar. O que se manteve como característica do festival ao longo dos anos. Pela primeira vez, surge as Segundas Literárias, que se manteve até as edições atuais. A programação musical, no Abbey Road, é ampliada para 20 atrações, com algumas de estilo clássico,…

Read more

2008

81 espetáculos 501 apresentações em 49 dias 26 espaços   O 9o Porto Verão Alegre seguiu a tendência de trazer estreias e aumentou a diversidade de atrações. Nesta edição, passaram a se apresentar os espetáculos Inimigas íntimas, Kronnus e O que os homens pensam que as mulheres pensam, que se mantiveram nas próximas edições. Neste ano, se agregaram à programação mais de uma dezena de espetáculos de teatro de bonecos e se mantiveram as atrações musicais. O Cinesig, as Segundas Literárias e o Praia de Belas Drop foram mantidos na programação. As duas primeiras atrações seguem até hoje, com algumas adaptações ao formato. Esta edição também marca o início da inclusão das atividades de artes. Neste ano, a exposição “Essa Poa é Boa” reuniu mais de 200 artistas e a Galeria Gestual realizou instalações nos teatros Bruno Kiefer e Túlio Piva. Outros espaços que somaram ao festival foram: Centro Cultural Zé Rodrigues, Sala Qorpo Santo, Vitrine Gaúcha, Casarão Verde, Entreato Pub e a antiga Fábrica Renner.

Read more

2009

51 espetáculos 347 apresentações em 45 dias 16 espaços O Guri de Uruguaiana aparece na edição comemorativa de 10 anos do Porto Verão Alegre.  Outros espetáculos que seguem até hoje na programação fizeram sua primeira apresentação: Dez (Quase) Amores, Apareceu a Margarida, A Comédia dos Erros e Como Agarrar um Marido. Entre as novidades está uma programação de Teatro Universitário.

Read more

2010

76 espetáculos 19 espaços Nesta edição, o comediante Cris Pereira se apresenta pela primeira vez no evento com o espetáculo Primeiro as Damas, antecipando o sucesso de edições posteriores, com o Cris Pereira Ponto Show.

Read more

2011

63 espetáculos 244 apresentações em 35 dias 17 espaços Os Homens de Perto 2 e os Mágicos do Sul fazem sua primeira apresentação. A programação musical continua, através de Um show coletivo – Buzina no Long Play – reunindo quadro apresentações: Adriana Deffenti e Jottagá, Serrote Preto, Antônio Carlos Falcão e Alexandre Missel e Fruet e os Cozinheiros.  

Read more

2012

80 espetáculos 275 apresentações em 37 dias 18 espaços Na 13a edição do Porto Verão Alegre, mais espetáculos que passaram a integrar continuamente o festival juntam-se à programação: Frida Kahlo, à Revolução! e 5º Andar, Por Favor. Neste ano, começa uma parceria com o Iberê Camargo, as Terças Alegres, que duraria mais cinco edições. A programação era voltada a atividades de artes plásticas para crianças. A parceria para a Mostra História Curtas continuou. Neste ano foram exibidos oito vídeos.

Read more

2013

72 espetáculos 208 apresentações em 40 dias 13 espaços Neste ano, o teatro do Bourbon Country passa a integrar a lista de espaços. Esta é a edição da proliferação dos stand ups e novos humoristas, como na Comédia Urbana, no Stand-up Comedy, de Nando Viana,  e nos espetáculos de Cris Pereira Ponto Show e Duda Garbi. A programação cultural fica concentrada nas Segundas Literárias, Terças Alegres e no Cinesig.

Read more

2014

80 espetáculos 13 espaços A edição de quinze anos do Porto Verão Alegre traz mais humor. O comediante Nando Viana estreia novo stand up e se soma a novos shows, como o  de Lucas Krug, a turma do Rindo Afú e o Pretinho Basico. Neste ano, a abertura é por conta do show musical de Renato Borghetti e Yamandu Costa. A programação principal segue diversificada com…

Read more

2015

43 espetáculos 135 apresentações em 33 dias 11 espaços Esta edição é marcada por uma grande novidade: o financiamento de uma peça, que estreia na abertura do Porto Verão. A montagem escolhida é Romeu e Julieta, com direção de Néstor Monasterio. Outra inovação é a adesão a novos espaços da capital, como o Instituto Ling e a Centro Histórico Cultural Santa Casa.       Save

Read more

2016

58 espetáculos 170 apresentações em 38 dias 12 espaços Um dos destaques do Porto Verão deste ano é a peça financiada: Dona Flores e Seus Dois Maridos, com direção de Zé Adão Barbosa. Há um grande número de estreia não fez parte das últimas edições, e a diversidade da programação chama a atenção. Um novo espaço da capital é usado: o Centro de Eventos do Barra Shopping Sul. Neste ano, também foram realizadas oficinas de teatro gratuitas em instituições sociais da capital.

Read more

2017

68 espetáculos 220 apresentações em 43 dias 11 espaços Nesta edição, a peça escolhida e correalizada para a abertura do Festival foi em homenagem ao poeta gaúcho Caio Fernando Abreu, que em 2016 nos deixaria há 20 anos. A peça teve direção de Luiz Arthur Nunes, com coordenação e atuação de Deborah Finochiaro. De 68 espetáculos, a programação contou com 30 que nunca tinham se apresentado no festival. Uma novidade nesta edição foi a reunião de todas as peças infantis na Mostra de Teatro Infantil Ronald Radde, em homenagem ao dramaturgo que faleceu no final do ano passado. Uma nova parceria foi com a Galeria Mamute, que proporcionou a continuação das Terças Alegres e a inclusão na programação de Oficinas de Fotografia voltadas a adolescentes, incluindo pessoas portadoras de deficiências, além de promover os Encontro com Artistas formados pela galeria.   Peças A Dama e o Vagabundo em Paris A Mecânica do Amor Amor de 4 A Partícula de Deus Barbie Fuck Forever Brasileirada (dança) Breves Entrevistas com…

Read more
X